FLIP – Festa Literária de Paraty é adiada devido à pandemia

Com a necessidade de distanciamento social, realização da edição de 2020 está prevista para novembro; Formato e data da festa ainda estão em definição.

Foto: Reprodução Internet.

A 18° edição da Festa Literária de Paraty iria acontecer de 29 de julho a 2 de agosto de 2020. Devido á pandemia do novo coronavírus, festas e eventos públicos e privados foram cancelados, sem uma data prevista para a retomada das agendas.

Através do site oficial e também nas redes sociais, a organização da FLIP – Festa Literária de Paraty anunciou o adiamento da nova edição do evento.
Com a necessidade de distanciamento social e com essa nova realidade, eles optaram por preservar a saúde e a segurança de todos.

Agora a FLIP está prevista para ser realizada em novembro de 2020. Formato e data da festa ainda estão em definição.

Cada edição presta homenagem a um autor e reúne escritores de diferentes origens. Além da incerteza causada pela pandemia, a organização da Festa Literária de Paraty informou que está analisando a possibilidade de mudar o homenageado de 2020.

VIU ISSO?

–> Good Girls: Terceira temporada da série está liberada na Netflix

–> Felipe Castanhari estreia série documental na Netflix

–> Projeto TEATRO JÁ tem peças com público e transmissão online

Através das redes sociais, artistas e o próprio público demonstraram sua insatisfação após a divulgação de que Elizabeth Bishop seria a autora homenageada na 18° edição da FLIP.

A escritora Luciana Hidalgo descreveu a escolha como “uma pá de cal num ano em que a cultura, a arte, a literatura descem ralo abaixo no Brasil”.

A principal motivação para a rejeição seria o posicionamento político de Elizabeth. Em cartas para um amigo, ela demonstrou apoio á ditadura militar e descreveu o golpe de 1964 como “uma revolução rápida e bonita”.

A organização do evento se posicionou, informando que a FLIP tornou-se um evento grande e como consequência, está aberto a múltiplos pontos de vista. De toda forma, as manifestações chamaram atenção e serão ouvidas.

Até o momento, o público segue aguardando uma resposta sobre a data de realização do evento, assim como, uma definição sobre o homenageado desta edição.

Sobre a FLIP

Com o objetivo de promover um evento cultural, a FLIP – Festa Literária de Paraty foi criada em 2003. Inicialmente foi realizado de maneira improvisada e acabou virando marca registrada de Paraty, cidade que é distante das capitais.

O evento se transformou em uma grande festa da diversidade, reunindo escritores e público para conversas sobre os mais variados assuntos.

Euclides da Cunha foi o Autor Homenageado da Flip em 2019. Natural do Rio de Janeiro, o jornalista e escritor foi enviado como correspondente para o interior da Bahia para retratar a Guerra de Canudos.

Esse trabalho teve como resultado o primeiro livro reportagem brasileiro, Os Sertões. Até hoje o título é considerado muito importante para a literatura e história.

Em 2018, a FLIP abordou temas como: amor, sexo, morte, Deus, finitude, misticismo e transcendência. Foi quando homenageou a autora Hilda Hilst que escreveu poesias, prosas e crônicas.

O carioca Lima Barreto foi o autor escolhido para a Flip em 2017. As obras do escritor que também era jornalista retratavam temas como preconceito e racismo.

Acompanhar esta matéria
Notificação de
guest
0 Comentários
Comentários embutidos
Exibir todos os comentários
0
Adoraríamos seus pensamentos, por favor, comente.x
()
x